segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Desinteresse total

Nem sei por onde começar.
Talvez seja melhor pelo fim mesmo. Pelo o que vem tomando meu coração nos últimos tempos: desinteresse.
E com essa palavra minha mente lembra do batimento forte no primeiro dia de faculdade. Toda vontade de aprender que durou até bastante tempo, os oito semestres.

Não sei se gastei toda aquela energia naquele tempo ou pra onde é que foi a vontade de viver. Vontade de viver não, porque é muito forte. Mas a vontade de aprender, de se interessar pelo novo, de terminar um livro em uma semana, de ver mais filmes, de planejar o fim de semana...

Não sei onde foi parar. No lugar vieram preocupações, séries de TV para preencher o espaço, falta de paciência, horários marcados...

Tão sem graça e sem inspiração que nem um vídeo de mais de 2 minutos consigo terminar. Um texto que demande muitos cliques na barra lateral do computador também me desinteressa.

Não consigo me aprofundar mais em nada. Essa foi a segunda noite seguida de insônia. Só não foi pior graças a comprimidos. 

Hoje é segunda e eu nem desejo a sexta-feira. O fim de semana não irá mudar a minha vida. E não estou animada pro evento de sábado.



Quero dormir. 
Quero espontaneidade. 
Quero fugir.

2 comentários:

Thalízia Magalhães disse...

kkkkk éééé amigaaa!! A dor de ser adulta!!! kk tb to querendo fugir! Vamos juntar uma galera ai e fugir? A gente vai poder dormir, ficar sem fazer nada e ainda por cima espontaneidade!! kkk Estou com saudade de fazer tudo que vc falou, principalmente terminar um livro em uma semana. Sei como que é esse negócio de insônia! afff

Willmondes disse...

"Passarinho que se debruça o voo já está pronto"

Abraço, Renata!