domingo, 9 de setembro de 2012

Terno

Bastou um momento. Eu esperava na fila e guardava o seu lugar. Você se virou e foi checar o que estavam servindo no bufê.

Bastou um instante. Foi naquele segundo que eu contive uma lágrima insistente. Uma lágrima de felicidade por saber que você é meu e eu sou só sua. 

Bastou um minuto pra eu perceber que as borboletas estavam outra vez no meu estômago por você. Que a medida que você se afastava, a cada passo dado, eu entrava em pânico porque queria você ali comigo. Não quero que você trilhe seu caminho sozinho. Eu quero estar ao seu lado.

Bastou um paletó e uma gravata pra eu me apaixonar mais ainda. Um terno e um único cabelo comprido.Eu  achava que morrer, mais ainda, de amores era impossível. 

Bastou você voltar pra eu sentir minha paz de novo. Basta só ter você, amor. Percebe?

3 comentários:

Pâm disse...

"Eu quero estar ao seu lado." não tem coisa mais honesta em uma relação né?
Ah que gostosa essa sensação de borboletas no estômago :*

Letícia Giraldelli disse...

Nada mais gostoso que a certeza de um amor desses de deixar a gente nas nuvens, não é mesmo?

Felicidades, linda :)

Veronica Rodrigues disse...

Voltei pro mundo do blog aí resolvi passar por aqui. Adorei o texto! Muito bom ter a paz ao nosso lado.