sábado, 14 de maio de 2011

Lembrei de um texto...





"Depois de algum tempo, você aprende a diferença, a sutil diferença, entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança. E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas. [...] E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la, por isso."


E o contrário também acontece. 

4 comentários:

Flá Costa* disse...

esse texto é ótimo.
de quem será a autoria?

e dói tanto quanto, quando é a gente que fere os outros, né?

beijinhos

Tangerina disse...

eu adoro esse texto. drummond matou a pau.

viu, FLÁ (a moça bonita aí de cima que perguntou sobre de quem é o texto), eu tenho quase certeza de que é do drummond.

posso, um dia, na cara de pau, postar no meu blog? achei que me caiu como uma luva (ou não). né?!

um beijo.

(ps: senti falta).

Renata Bittes disse...

Eu n sei de quem é Flá. Tangerina, o pessoal da internet diz q é d Shakespeare, mas eu sempre duvidei.

Tangeria, pode claro postar no seu blog =)

bjs

Mulherzinha Sim! disse...

Renata, esse seu novo blog está muito filosófico! Adorei!


Bjos